Canetas Ungidas da IURD

sábado, 11 de dezembro de 2010


As campanhas da Igreja Universal do Reino do Edir são muito mais criativas do que as da Igreja Mundial do Poder Valdemiriano. Eu acredito que as campanhas da IMPD são feitas pela mesma empresa que faz os comerciais do Refrigerante Dolly.

Já a IURD usa as melhores técnicas do marketing, sugestões hipnóticas e até a moderna programação neuro-linguística. Esse diferencial permite que novos produtos sejam desenvolvidos com a mais alta tecnologia neo-pentecostal disponibilizada no mercado pseudo-evangélico brasileiro.

É o caso, por exemplo, de você que sempre sonhou em passar em concurso público, e afastar de vez o medo de ser mandado embora do serviço.

Pensando justamente em quem se encontra nesta situação, os pastores da Igreja Universal de Brasília (Templo maior – Asa Sul) estão ungindo canetas esferográficas para facilitar sua entrada nas empresas do governo.

É isso mesmo, são canetas ungidas com o poder de Deus para quem deseja passar em concursos públicos.

Eu confesso que não vi algo tão criativo desde o lançamento da BIC 4 Cores, e com certeza não há outro produto com características semelhantes no mercado das esferográficas.

Tela Crente

Evolucionismo em Xeque

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010


Dois fósseis de espécies ancestrais do ser humano encontrados no Quênia estão colocando em xeque a teoria sobre a evolução do homem.

Trata-se de um osso do maxilar superior que teria sido de um representante da espécie Homo habilis e um crânio intacto, atribuído à espécie Homo erectus, descobertos na região do Vale de Turkana. 

Até agora, acreditava-se que o Homo habilis teria evoluído para o Homo erectus que, por sua vez, teria originado o Homo sapiens, a espécie humana atual. Mas os fósseis indicam que o habilis e o erectus podem ter coexistido durante um período de 500 mil anos na região do vale.

"A coexistência das duas espécies torna improvável a hipótese de o Homo erectus ter evoluído a partir do Homo habilis", diz o professor Meave Leakey, paleontologista e co-diretor do projeto de pesquisa.

Se o Homo erectus e o habilis viveram juntos na mesma área, é possível que as duas espécies tenham competido diretamente pelos mesmos recursos. Isso, porém, não é um consenso entre os cientistas. ¨O fato de o Homo erectus e habilis terem permanecido duas espécies individuais por um longo período sugere que cada um tinha seu próprio nicho ecológico, evitando, assim, uma competição direta¨, afirmou Leakey.

Para o professor Chris Stringer, chefe do departamento de origens humanas do Museu de História Natural de Londres, “aparentemente ambos faziam ferramentas a partir de pedras”.

“Mas uma possibilidade é a de que a espécie erectus, que era maior e talvez tivesse mais mobilidade, fosse composta de caçadores ativos. Enquanto o habilis deveria se dedicar a presas pequenas", disse.
Os cientistas acreditam relação ancestral-descendente entre as duas espécies não pode ser descartada totalmente.

Fred Spoor, professor de biologia desenvolvida do University College de Londres e co-autor da pesquisa, disse à BBC que "é possível que o Homo habilis tenha vivido, vamos dizer, 2,5 milhões de anos atrás. Então, em outra parte da África, longe do Vale de Turkana, uma população isolada evolui para o Homo erectus".

Depois de um período de tempo suficiente para as duas espécies desenvolverem diferentes adaptações e estilos de vida, o Homo erectus pode ter, então, encontrado o caminho do Vale de Turkana. Com nichos ecológicos separados, ambas as espécies poderiam coexistir sem uma competição direta por recursos.

"Mas esta é uma hipótese muito mais complexa", disse Spoor. "A maneira mais fácil de interpretar estes fósseis é a hipótese de que tenha existido uma espécie ancestral que originou as duas em alguma época entre dois e três milhões de anos atrás.”

BBC Brasil

Sabedoria em Frases.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010


"Nossas dádivas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar."
W. Shakespeare

"Nunca haverá uma guerra boa ou uma paz má."
Benjamin Franklin

"O cristianismo começa onde a religião termina - com a ressurreição."
William Mcfee

"Crença é uma verdade aceita por sua mente. Fé é o fogo mantido em seu coração." Joseph Newton

"Um grama de testemunho vale mais que uma tonelada de propaganda."
William W. Ayer

"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima."
Louis Pasteur

"Acho impossível que um indivíduo contemplando o céu possa dizer que não existe um Criador." Abraham Lincoln

"Mostre-me uma família de leitores, e lhe mostrarei o povo que dirigirá o mundo." Napoleão Bonaparte

"Achar que o mundo não tem um criador é o mesmo que afirmar que um dicionário é o resultado de uma explisão numa tipografia."
Benjamin Franklin

"Os vasos vazios são os que fazem mais barulho."
William Shakespeare

"Deus fez o homem à sua imagem e semelhança, diz a Bíblia. O homem fez Deus à sua imagem e semelhança." Cacá Diegues

"Nunca oro suplicando cargas mais leves, mas ombros mais fortes."
Phillips Brooks

"O homem não morre quando deixa de viver, mas sim quando deixa de amar."
Charles Chaplin

"Do meu telescópio, eu via Deus caminhar! A maravilha, a harmonia e a organização do universo só pode ter se efetuado conforme um plano de um ser todo-poderoso e onisciente". Isaac Newton

"Deus é a lei e o legislador do Universo."
Albert Einstein

"Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder."
Abraham Lincoln

"Quando Deus quer, não há quem não queira."
Ayrton Senna

"Quando à noite não consegue dormir, pare de contar ovelhas e converse com o pastor." Lorice Daccache

"Homens de verdade vivem para Cristo."
Chuck Norris

"E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis, porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim."
Jesus Cristo

“O maior presente que Deus deu ao homem foi a Bíblia e a pureza das suas palavras” Abraham Lincoln

“A Bíblia e a sua leitura é a razão da supremacia do reino britânico.”
Rainha Elizabeth

“É impossível governar o mundo sem Deus e sem a Bíblia.”
George Washington

"Eu começo com o homem no espelho, peço a ele pra mudar seus modos. E nenhuma mensagem é mais clara: Se quer fazer do mundo um lugar melhor, olhe para si mesmo e comece a mudança."
Michael Jackson

"É minha fé na Bíblia que me serviu de guia em minha vida moral e literária. Quanto mais a civilização avance, mais será empregada a Bíblia."
Immanuel Kant

"Confia no Deus eterno de todo o seu coração e não se apóie na sua própria inteligência. Lembre-se de Deus em tudo o que fizer, e ele lhe mostrará o caminho certo."
Salomão

Diego Rodrigo Souza
Creio No Amanhã

Guerreiros do Senhor: Úzula & Renato.

domingo, 24 de outubro de 2010


 Existem ainda heróis da fé? Ao fazer a leitura da epístola aos Hebreus, nos deparamos com uma lista de homens e mulheres que são chamados de heróis da fé. Homens e mulheres dos quais o mundo não era digno (v.38), pessoas que venceram todos os obstáculos pela fé em Cristo. No livro Heróis da Fé, de Orlando Boyer, conhecemos a história de homens que deram suas vidas por amor a Cristo, servos que viviam para servir a Cristo, independente de qualquer situação. E, hoje, algumas pessoas fazem a pergunta que usei para iniciar esse texto: "Existem ainda heróis da fé"? Eu respondo, com toda certeza, que sim. E, dessa vez, não usarei o exemplo do meu avô, o pastor Adonias Souza, mas usarei o exemplo desses dois guerreiros do Senhor Jesus que estão na foto acima: Úzula Vasconcellos e Renato Ventura.
 Na madrugada de ontem recebemos a notícia de que essa serva de Deus havia falecido, ou melhor, passado da morte para a vida, com Cristo. Ela sempre louvava a Deus, estava sempre feliz e alegre, e, mesmo com as dificuldades de criar um filho especial, sempre nos inundava com a alegria que brotava do Espírito Santo. Ela dizia sempre que ainda iria ver o seu filho curado (e verá, no Céu). Ela era e ainda é, em lembranças, um grande exemplo de serva de Deus. Sua morte nos deixou em choque, tristes, mas confiantes em revê-la na Glória.
 Mas, mesmo em meio a essa dor de sua perda, uma coisa me chamou a atenção e me fez admirar ainda mais o evangelista Renato Ventura. Ao chegar em sua casa, imaginei que ele poderia estar deprimido ou desiludido com a  fé em Cristo, afinal ele sempre se rasgava em amores por ela, e sempre fazia menção honrosa a ela quando ia pregar. Mas, ao contrário, quando cheguei em sua casa, o vi sentado, chorando e dizendo: "Senhor, eu só quero te adorar". Na mesma hora fiquei me perguntando como ele conseguia ser tão forte, e tão servo mesmo com tanta dor. Logo depois ele pediu para que nenhum de nós perdessemos a fé em Cristo. Que servo! Que fidelidade a Deus! Mesmo com tanta dor e saudades, ele adorava a Deus e nos manteve confiantes que Deus fez o melhor para ela! E, naquela hora, eu confirmei ainda mais que existem sim heróis da fé, e a Úzula (in memorian) e o Renato são dois exemplos claros disso!

Enfim, sentirei saudades da Úzula, mas darei forças e receberei forças do Renato, em Cristo Jesus!

Diego Rodrigo Souza
Creio No Amanhã

Campanha Eleitoral Eclesiástica

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Após um tempo sem postar aqui no blog, por estar trabalhando no Censo 2010 do IBGE, resolvi voltar com um tema muito oportuno para a época. Nos aproximamos das eleições, e, como sempre, as igrejas, auto denominadas o "templo de Deus", começam a tomar partido para este ou aquele candidato. Nós, evangélicos, que adoramos falar mal do ecumenismo, esquecemos disso nessa época, pois nossas igrejas abrem as portas e apoiam candidatos maçons, espíritas, mórmons... Parece que a igreja esquece de certas coisas em prol do "bem eleitoral", ou, em outras palavras, dos interesses egoístas de seus líderes. Líderes estes que manipulam o voto dos fieis, e os pressionam usando chantagens emocionais e psicológicas para votar no "candidato da igreja". Eles, os líderes, esquecem que essa história de candidato de igrejas e empresas não existe, pois quem vota é o cidadão, e não a instituição!
E as auto denominadas "casa de Deus" e "templo de Deus" começam a receber em seus altares e púlpitos, pessoas estranhas à Palavra, e que, muitas vezes, são idólatras confessas! Um lugar que deve ser apenas dos servos fieis, pastores, músicos comprometidos, etc., se transforma em palanque eleitoral! Um absurdo!
Além de transformar a igreja, casa de oração, em palanque de bandidos interesseiros!
E, para piorar, os pastores que praticam tal ato, cometem crime eleitoral:  Lei 9.504/97 e de acordo com o artigo 13 da resolução 22.718/2008, do Tribunal Superior Eleitoral, fica proibida toda e qualquer propaganda eleitoral dentro de templo. 

Acordem cristãos! Não vendam, nem troquem seus votos! Não cedam as pressões psicológicas com apelos "espirituais"! Igrejas de verdade não se envolvem com tal prática!


Diego Rodrigo Souza
Creio No Amanhã

Liquidação de bençãos e milagres!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010


Houve tempos em que o Evangelho era pregado de graça, com e pela Graça! Hoje, porém, com a desculpa de que Deus precisa do nosso dinheiro (!) para que a obra seja feita, como se Ele não tivesse mais poder por Si só, alguns vendem unções de riqueza e até salvação. Acham que o fim justifica qualquer meio, então se a intenção é pregar o Evangelho, a forma como se financia isso não importa.

No ano passado, o Pr. Silas Malafaia levou ao seu programa o Pr. Morris Cerullo, que lançou a profetada de que Deus derrramaria uma “unção financeira” sobre quem doasse R$ 900,00 ao programa Vitória em Cristo. A bênção tinha até data final para acontecer: 31 de dezembro de 2009. Assim, o programa arrecadou milhões, mas não informa quantos ficaram realmente milionários com a distribuição que supostamente Deus faria das riquezas mundiais.
Como expirou o prazo da venda da unção financeira (em troca, inteiramente “grátis”, o fiel ainda recebia uma Bíblia de Vitória Financeira e Batalha Espiritual), foi necessário arrumar outra forma de arrecadar dinheiro dos fiéis. Aí o Malafaia importou o Dr. Mike Murdock, que veio com uma profetada ainda maior: em troca de uma “oferta voluntária” de R$ 1.000,00, o fiel conseguiria a salvação de toda a sua família e ainda bênçãos materiais diversas. A salvação, nesse caso, literalmente se tornou um negócio. Se já é grave vender a promessa de riquezas, muito mais é vender a salvação de alguém. Mas, no atual evangelho das “metas”, está valendo. O importante são os números, financeiros e de membros de uma denominação, não as vidas. Também há um artigo aqui explanando melhor isso.

Agora o Malafaia trouxe o Cerullão de volta novamente, com a mesmíssima história de que Deus distribuirá as riquezas mundiais entre os crentes, mas só entre os que tiverem fé suficiente para ofertar “voluntariamente” R$ 610,00. Em outras palavras, o deus deles teria prorrogado a “unção financeira”, e com um bom desconto para liquidar o estoque. Aceita-se depósitos em conta-corrente, pagamento por boleto bancário e, pelo site Vitória em Cristo, pagamento por cartão em até 6 vezes sem juros.

Eu poderia dizer mil coisas, mas a tristeza pela volta da venda de indulgências por parte da igreja evangélica brasileira não me permite. É duro pensar que a vaidade de um homem que se diz de Deus levará ensinos enganosos a lares de 127 países, ensinos de um evangelho mercantilista, sem Graça, onde a bênção precisa ser comprada com a desculpa de que o dinheiro será usado para estender o Reino. Mas, que Reino?

Não sei o deus deles, mas o Deus que eu sirvo é Todo-Poderoso e sabe, antes mesmo que peçamos, dar o que Seus filhos necessitam. Ele nos pede que não sejamos ansiosos pelo que havemos de comer, de vestir, afinal se Ele veste os lírios do campo e alimenta as aves dos céus, muito mais faz por Seus filhos. Ele não necessita que esmolemos ajuda para que Sua obra continue, seja para a construção de templos ou mesmo manutenção de programas de rádio ou tv, pois Ele tem poder para prover aquilo que vem Dele, não da vontade humana. O problema é que muitos fazem a obra por vontade própria, não pela de Deus, e nesse caso precisam recorrer a subterfúgios para manter a arrecadação necessária para prover seus caprichos, mesmo que esses tenham aparência de bem, afinal “pregar a Palavra” é bom, não é mesmo?

O apóstolo (de verdade) Paulo viajou para diversas cidades e países, e nunca precisou vender “voluntariamente” unções ou salvação para financiar seus projetos evangelísticos. Na verdade, a vida que Paulo teve enquanto na terra pregando o verdadeiro Evangelho nada teve de “vitoriosa”: sofreu naufrágios, açoites, prisão, apedrejamento, e ainda teve que conviver com um “espinho na carne”. A “vitória em Cristo” de Paulo foi nos céus, não na terra, onde as riquezas se corroem. Realmente, são bem distintos os evangelhos pregados por Paulo e por Silas (o Malafaia).

Que Deus tenha misericórdia de nós, que não sabemos discernir o que vem de Deus e o que é puramente vontade e vaidade de homens. Que o verdadeiro Evangelho volte a ser pregado, e que o falso evangelho mercantilista um dia deixe de envergonhar o Reino de Deus em cadeia nacional e internacional de rádio e tv.

Semente da Renovação

O melhor de Deus ainda está por vir?

sexta-feira, 30 de julho de 2010


Bem, como ja cantava Kléber Lucas:

Alegrai-vos, filhos de Sião
Regozijai-vos no Senhor

Porque ele vos dará,
Em justa medida, a chuva...a chuva... a chuva...a chuva...

As eiras se encherão de trigo...
E os lagares transbordarão de óleo e vinho.

Restituirei os anos que foram consumidos
E lhes mostrarei a minha salvação.
E sabereis que o melhor de Deus ainda está por vir...

O melhor de Deus ainda está por vir...

Mas, sem querer desanimar ninguém, darei uma notícia que muitos ainda não sabem:
O MELHOR DE DEUS NÃO ESTÁ POR VIR!

Isso mesmo, o melhor de Deus não está por vir, podem parar de esperar! Aos cristãos mais desatentos, quero dar-lhes a notícia de que o melhor de Deus já veio e já se foi: JESUS CRISTO!

Jesus Cristo é O melhor de Deus, enviado ao nosso mundo para nos reconciliar com o Pai. Esse louvor do Kléber Lucas, tão cantado nas igrejas, deve ser encarado como uma profecia já cumprida:

Alegrai-vos, filhos de Sião
Regozijai-vos no Senhor.
Porque ele vos dará,
Em justa medida, a chuva...a chuva... a chuva...a chuva...
As eiras se encherão de trigo...
E os lagares transbordarão de óleo e vinho.

Essa parte de chuva, chuva, chuva, e vinho e trigo e blá blá blá é só mais uma daquelas promessas judaicas que os cantores cristãos usam muito para nos encher o saco e vender mais cds.

Restituirei os anos que foram consumidos

Essa parte de "restituir os anos consumidos" deve ser entendido como algo espiritual, e não material, como quase que 90% dos crentes pensam quando cantam essas músicas. Os anos consumidos são aqueles que o homem estava longe da comunhão com Deus, e, antes de dizer que o Diabo consumiu esses anos, eu prefiro dizer que o próprio homem, com uma ajudinha do Diabo, é quem consumiu tantos anos de suas vidas, sem conhecer a grandeza de Deus.

E lhes mostrarei a minha salvação.

Será que alguém ainda espera Deus mostrar a salvação??? Não foi justamente para isso que o Filho se fez carne e habitou entre nós?  Deus já mostrou a Sua salvação há mais de 2000 anos atrás, através de Jesus Cristo, nosso Senhor.

E sabereis que o melhor de Deus ainda está por vir...

Por isso que eu digo que o melhor de Deus já veio! Cristo nos trouxe a salvação, nos reconciliou com o Pai, nos enviou o Espírito Santo de Deus, está nos Céus como o nosso Advogado, e através Dele somos feitos filhos de Deus (Jo 1: 12)... Então, o que mais estamos esperando além disso??? O melhor de Deus ainda está mesmo por vir? Será que existe algo mais maravilhoso do que Jesus Cristo? Eu acho que não, e é por isso que eu agradeço a Deus, pois O MELHOR DE DEUS JÁ VEIO, e me fez mais do que vencedor!

Diego Rodrigo Souza
Creio No Amanhã

Dinheiro + Recursos = IURD


Novos vídeos que documentam encontros da cúpula da Igreja Universal revelam que foi estabelecido um prêmio –uma viagem internacional– aos sete pastores que mais arrecadassem dízimos dos seus fiéis.

As imagens demonstram a pressão exercida sobre os pastores para que aumentem a coleta de recursos. Revelam ainda que as punições por “falhas” como adultério ou furto são públicas e definidas em ritos sumários. São videoconferências comandadas em 2008 pelo bispo Romualdo Panceiro, atual “número dois” na hierarquia e apontado pelo líder Edir Macedo como seu sucessor.

Os cinco vídeos, com duração total de seis horas, foram obtidos de um ex-pastor pelo ex-voluntário da Universal e ourives Eduardo Cândido da Silva, que move ação contra a igreja por danos morais.

Como fez com as primeiras duas gravações, reveladas em abril pela Folha, Silva deverá entregar os novos vídeos ao Ministério Público. Da sede da igreja em São Paulo, Panceiro se conectava com os principais pastores e bispos da Universal no Brasil e no exterior.

Uma das gravações ocorreu em meio à campanha pela qual a igreja mais arrecada, a “Fogueira Santa”. Panceiro orientou os pastores a “não limitar” o valor do dízimo, mas “estipular”.

“O pastor pega uma quantidade de envelope, 20. E pega aí, uma pessoa com dez [mil reais], ou duas. Porque vem, rapaz. Isso é muito forte. O pastor pede aí duas pessoas, ou três, com 5.000. E depois o pastor vai, como se diz, vai abaixando. Entendeu? E depois que chegar a 20 ou 10 reais, diga assim: ‘O que que você tem para colocar?’”, ensinou Panceiro.

Os sete pastores que tivessem “maior crescimento”, anunciou, ganhariam viagem de três ou quatro dias a Israel, onde queimariam os papéis com pedidos que fiéis entregaram na campanha.

Panceiro contou que o desempenho dos pastores seria checado por um programa de computador. Segundo ele, alguns pastores “malandros” reduziam sua arrecadação apenas para parecer que depois haviam “arrebentado” na campanha.

Panceiro controla a máquina com mão de ferro. “Aos [pastores] estaduais, vou dizer uma coisa para vocês, se vocês não imprimirem, se vocês não colocarem esse ritmo de trabalho aqui, eu vou visitar, sem falar com vocês, e, se eu encontrar o povo frio, a igreja vazia, a cabeça de vocês vai rolar.”

O bispo reclama muito de um pastor de Santa Catarina, a quem já tinha afastado após uma visita surpresa.

“Eu não quero que você tome conta de mais nada. [...] Acorda! Você não falou que a igreja estava cheia? A igreja estava vazia, rapaz!”

No mesmo dia, Panceiro mandou demitir dois pastores que teriam feito sexo com mulheres casadas.

Panceiro pressiona muito para o aumento da arrecadação. Um pastor não identificado diz que uma igreja em Guarulhos (SP) que arrecadava R$ 5.000 mensais passou a obter quase R$ 100 mil.

Em certo trecho, Panceiro demonstra que controla suas palavras. “Eu não posso falar porque estão me filmando aí, mas você sabe o que eu quero dizer. Não sabe? Pô, a gente tem aí 2.000 igrejas, uma pela [outra]… Você sabe disso.”

Se cada igreja repetisse o desempenho da de Guarulhos, a arrecadação chegaria a R$ 200 milhões mensais, ou R$ 2,4 bilhões anuais. O Ministério Público estimou, em 2009, “movimentação financeira” de R$ 1,4 bilhão.

Num dos vídeos, Panceiro se dirige a Clodomir Santos, responsável pela igreja no Rio, passando os dedos nos lábios, em sinal de que “está no papo”. Todos riem.

A Igreja Universal disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que é “termo preconceituoso” chamar de premiação as viagens a Israel destinadas a seus pastores.

“A viagem para Israel não é considerada uma premiação e sim uma missão religiosa almejada por cristãos evangélicos de todo o mundo. Entre os 15 mil pastores da Igreja Universal do Reino de Deus que atuam no Brasil isso não é diferente.” “A missão religiosa na Iurd, entre outras peregrinações, consiste em levar pedidos de oração dos fiéis a lugares sagrados, como o Monte Carmelo, a Muralha de Jerusalém e o alto do Monte Sinai, por exemplo, uma árdua e esgotante escalada de mais de 2.000 metros a pé.”

Segundo a igreja, são viagens “cansativas e curtas, de quatro, cinco dias, no máximo, em que, quase sempre, consome-se mais tempo em deslocamentos aéreos do que nos locais em que são realizadas orações”. Sobre o controle do fluxo de arrecadação de dízimos, a Iurd disse tratar-se de “procedimento interno”.

A respeito de a igreja estipular, mas não limitar, o valor dos dízimos, a assessoria informou que a Universal “possui como doutrina a Teologia da Prosperidade. Ou seja, acredita na intervenção divina também para o bem-estar material do homem. Os frequentadores da Iurd têm liberdade absoluta para fazerem ou não doações financeiras e da maneira como entenderem correta”.

Para a assessoria da igreja, “o exercício de fé pregado pelos pastores da Iurd tem como único fundamento a prática dos ensinamentos da Bíblia. Ou seja, se as pessoas contribuem cada vez mais, é porque simplesmente elas recebem cada vez mais”.

A assessoria também criticou a Folha. “Mais uma vez, a Folha de S. Paulo usa expressões e frases fora do seu contexto original para atacar a Iurd, seus líderes e mais de 13 milhões de fiéis em todo o Brasil. Ao explorar trechos maldosamente pinçados de uma pregação de três horas de duração, o jornal adota uma postura radical e inadmissível de preconceito religioso.”

As videoconferências foram reveladas pela Folha. Romualdo ensina os pastores a arrecadar dízimos durante a crise financeira daquele ano e os orienta a procurar líderes e “bandidos” para propor um arranjo que evitasse assaltos aos carros que transportam dinheiro doado pelos fiéis.

Videos:
http://www.youtube.com/watch?v=J3XGVY2V7bU&feature=player_embedded
http://www.youtube.com/watch?v=lVLgWhDsvuc&feature=player_embedded

Jornal Novo Tempo

Renê Terra Nova agora é Patriarca!

quinta-feira, 15 de julho de 2010


Mais uma heresia e aberração surge no mundo gospel...

Lideres reconheceram título semelhante a Abraão.
Por: Redação Creio

O apóstolo René Terra Nova, do Ministério Internacional da Restauração (MIR), no dia 19 de junho foi reconhecido publicamente diante de sua igreja, em Manaus, como patriarca. O titulo, segundo nota postada em seu blog, reconhece o papel de patriarca o qual o apóstolo Renê tem exercido no Brasil e nas nações por onde tem passado. O titulo é semelhante ao de Abraão. René foi o precursor do movimento G12 no Brasil.
Após a entrada dos estandartes que representam as 12 tribos, das bandeiras dos 27 Estados brasileiros, e dos representantes internacionais, foi exibido um vídeo mostrando as marcas do patriarcado na vida dos apóstolos do MIR, culminando no ato profético do manto sacerdotal, em cor púrpura, sobre a vida do casal de apóstolos, Renê e Ana Marita Terra Nova.O apóstolo Fabio Abud, de São Paulo, foi o primeiro a falar, declarando que reconhecia o manto de Patriarca sobre a vida do apóstolo Renê e agradecia pelo pai espiritual que tem a Visão Celular no Brasil. Em seguida, o presidente da ICEJ, Embaixada Cristã Internacional de Jerusalém, Malcolm Hedding,declarou que Israel reconhecia o legado patriarcal que possui o apóstolo, lembrando o chamado de Abraão.
Em mensagem exibida no vídeo, a apóstola Valnice Milhomens, que esteve no MIR, declarou a importância do apóstolo Renê Terra Nova para o Brasil, devido a sua liderança de amor, dedicação, e seriedade no que faz. O apóstolo Marcel Alexandre representou a voz local, e emocionado declarou em nome de todo o MIR, e igrejas de Manaus, o reconhecimento de que há um Patriarca de uma visão no Brasil, e mentor de uma nova geração de líderes desatados na Visão.

Creio