Cuidado olhinho com o que vê

segunda-feira, 18 de setembro de 2017


"Cuidado olhinho o que vê" (Mateus 6:22,23)

- A candeia do corpo são os olhos.

 Jesus determina se temos luz ou trevas (bem ou mal), a partir de nossos olhos. Mas o que significa ter "o olho puro"?

 Os nossos olhos não agem de forma independente, ou seja, há uma série de mecanismos que funcionam para os olhos trabalharem. Nós olhamos e, a partir disto, agimos. São os olhos que dão início aos nossos pensamentos. 

 Por exemplo: Ao olharmos para um computador pensamos em tecnologia, redes sociais, trabalho... Ao olharmos para uma caneta pensamos em escrita, e assim por diante... Levando para uma complexidade um pouco maior: Ao olharmos para uma pessoa e suas vestes, automaticamente imaginamos seu gosto musical, estilo, etc. Imaginamos também o seu caráter e quase que instantaneamente formamos uma opinião ao seu respeito. 

 E qual problema disso? Bom, o problema ocorre quando estabelecemos essas suposições a respeito do outro como verdade absoluta e passamos a acreditar fielmente no fruto de nossa imaginação. 

 E é aí que entendemos o porquê que nossos olhos dizem tanto a nosso respeito. Se olharmos ao nosso redor e conseguirmos enxergar o que é bom, então a luz habita em nós. Mas se enxergamos apenas a maldade, automaticamente pensaremos, falaremos, esperaremos e faremos coisas ruins, o que significa que há trevas. 

 Ao analisar para onde temos olhado, avaliamos muito mais do que os nossos olhos. Conseguimos compreender o motivo de nossos pensamentos, fala e ações. 

 Ter "o olho puro" significa ter uma mente pura e saudável. Onde há luz, há paz e é aí aonde o Espírito Santo habita.

Marcela Cardoso
Creio No Amanhã

0 comentários :

Postar um comentário